quinta-feira, 25 de janeiro de 2007

Banana (2)

Já tive muitas desilusões até chegar à fotografia do post anterior.
A primeira foi uma doença que me dava nos cachos iniciais em que as bananas ficavam com metade polpa, metade cortiça, parece que se chama "charuto da banana", e acontecia mais numa variedade chamada banana pão. Tive que limpar o terreno dessa bananeira e queimar raízes para ver se o fungo ou bactéria que a provocava desaparecia.

A melhor solução foi ter optado pela banana da Madeira, mas nos primeiros pés, quando aparecia a flor com o cacho o peso era tanto que o cacho caía e partia a planta antes de estar minimamente formado. Ou seja quando aparece o cacho é preciso arranjar um apoio para segurar o cacho, senão com o peso parte a bananeira.

Outro problema, Invernos em que apareciam geadas muito cedo e as bananeiras ficavam completamente queimadas, sem os cachos atingirem a maturação necessária.

Um processo para ajudar o desenvolvimento da bananeira é quando o tempo começa a aquecer, se sofreu muito com o Inverno, e não se desenvolve bem, deve-se fazer o que em África se designa por “capar” a bananeira, que consiste em cortá-la a um palmo do chão para começar a desenvolver com força, já fiz a experiência com duas, uma “capei-a” e a irmã ao lado não, e a que foi capada desenvolveu-se muito mais depressa.

1 comentário:

asn disse...

Caro Filipe
Muito lhe agradeço a nota que deixou no meu bloco de apontamentos "diariodumjardim".
Vou ter em conta esta sua observação acerca da qualidade da terra necessária para a groselheira.
Mais um interessante blog que encontrei sobre a Natureza e o seu trato ainda que como amador, tal como eu.
Mas interessados, que é o que importa.
Um abraço
António