quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Cochonilha australiana

Na groselha espim (designação para nome vulgar que me parece mais correcta que uva crispa) apareceu esta cochonilha [Cochonilha australiana (Icerya purchasi Maskell, 1878) também conhecida como Icéria].
O seu inimigo e predador natural é uma joaninha (Rodolia cardinalis, Mulsant, 1850) em que as pintas pretas estão ligadas entre elas, com fundo vermelho.
O problema das cochonilhas, além de sugarem a seiva da planta e a planta ressentir-se bastante, é o facto da sua excreção que é um líquido doce pastoso, desenvolver posteriormente fungos preto que também afecta o desenvolvimento da planta.
Este líquido é uma guloseima para as formigas que com as suas patas, espalham ainda mais este líquido e promovem ainda mais o aparecimento deste fungo.
Como a minha groselha espim ainda é um arbusto pequeno e esta praga está localizada a primeira acção é usar um algodão com álcool e limpar as hastes afectadas, e esperar que resulte.

2 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

Tenho notado que, pelo menos pelos meus lados, ela é essencialmente oportunista, isto é, ataca apenas as plantas já debilitadas por alguma razão. Mas quando ataca por vezes é feroz!

Filipe disse...

Não sei se será oportunista. A minha teoria, que pode estar errada, é que cresce muito depressa e mais depressa põe ovos e o ciclo repete-se. Absorve muita seiva em pouco tempo e quando nós damos por ela já a árvore está debilitada. Quando a árvore é de pequeno porte e se faz a limpeza, nota-se a seguir a recuperação.