sexta-feira, 28 de Dezembro de 2007

Abacate (1)

Os abacateiros (Persea americana Mill.) são originários da América Central existindo variedades típicas de clima tropical e outras de zonas de altitude, logo condições de clima com temperaturas mais baixas. Em Portugal já se observam muitas árvores cheias de fruto nesta época do ano.
Em termos de classificação, além do Persea americana, se não se sabe a origem, é complicado, senão vejamos:
Existem três variedades nativas:
- Antilhana
- Mexicana
- Guatemaleca.
Dentro de cada variedade existem cultivares próprios de cada uma.

Existe um quarto grupo de híbridos, sendo os mais comuns, Guatemaleca x Antilhana ou Guatemaleca x Mexicana.

E dentro destas mais uma série de variedades.

A variedade da fotografia fica à espera de melhor classificação, o fruto tem um tamanho normal, se a carga for muito grande, dá frutos mais pequenos. Casca dura, de cor roxa escura quando madura e rugosa, com pequenas “verrugas” salientes.
A história deste fruto, tem origem no facto do autor deste blog ter ido a correr para apanhar um comboio em França e tê-lo… perdido.
Meia hora à espera do próximo, era muito tempo.
Havia um mercado do outro lado da estação, onde comprei 3 frutos ainda verdes, porque não os conhecia com estas “verrugas”. Amadureceram já em Portugal e um deles deu origem a esta árvore.

O problema da frutificação do abacateiro tem a ver com o tipo de flores que ele produz, não é o caso das flores femininas e masculinas, mas um pouco mais complicado.
Produz dois tipos de flores

Tipo A – A parte feminina está activa de manhã e inactiva de tarde e na manhã do dia seguinte funciona como flor masculina

Tipo B – A parte feminina está inactiva de manhã, activa da parte da tarde e funciona como masculina de manhã do dia seguinte.

Ou seja para existir frutificação deve haver no mínimo duas espécies, uma que produza flores do tipo A e outra que produza flores do tipo B.
Existe uma nota sobre este tipo de floração que não consegui ainda um esclarecimento total, diz ele “ Este ciclo floral mantém-se regular entre condições de temperatura admissíveis para a maior parte das condições da cultura dos abacateiros”.
Isto tudo para dizer que esta árvore deu frutos sozinha, sem eu conhecer nenhum abacateiro à volta (o que não quer dizer que não existisse algum escondido). Daí a minha dúvida sobre o “ciclo floral”.
O Abacateiro em Portugal, e a sua floração, reagem mais à humidade que ao calor, começam a florescer nesta altura e o fruto demora cerca de um ano a formar. Normalmente após a apanha dos frutos se o tempo se apresentar húmido e com uma temperatura mínima acima dos 10º aparecem as flores.
O facto de as flores aparecerem a temperaturas tão baixas leva-me à questão da frase que citei. Se devido ao frio, não irão eles e elas juntarem-se para aquecer.

7 comentários:

Ana Ramon disse...

Olá Filipe. Já temos falado algumas vezes sobre abacateiros mas ainda não tinha percebido o quanto sabes sobre a formação do fruto. À entrada de Viseu, para quem chega pela IP3, há um restaurante à direita que tem um enorme abacateiro, que, segunmdo me dizem, se vê carregado de frutos com alguma frequência. Não sei de que tipo será e se existe outro nas proximidades. O que me intriga é que sendo uma zona extremamente fria no Inverno e quente no Verão, como é que esta árvore consegue sobreviver de uma forma tão saudável. É ela que ainda me dá esperanças de um dia poder ter aqui um, resistente a este clima tão difícil.
Um grande abraço

Ben disse...

Olá Felipe. Eu sou o Ben Deivide, do RN, estive com um problema, o meu abacateiro antes da florada, as mesmas caem. Agora como eu li sobre o qeu explanou, nao há nenhum outro abacateiro nas proximidades, já que é no quintal da minha casa, se houver alguma solução, faça os comentários do blog que estou entrando frequentemente.

Obrigado

Atenciosamente

Ben Deivide

Manuel Luzia disse...

Boa tarde,

Andava a pesquisar informação sobre abacate e deparei-me com o seu blog. Tenho uma pergunta, não sei se poderá responder-me: Quanto tempo o fruto precisa ficar na arvore? O que tenho não é bem a mesma espécie da sua. Os meus são mais tipo pera, casca verde-lisa e muito brilhante. Já apanhei um com 620gr. mas quanto a mim ainda estava muito verde e precisou de ficar a amadurecer fora da árvore, claro.
Obrigado e cumprimentos.

Manuel Luzia
mluzia@netcabo.pt

Tatiane disse...

Olá!
Gostaria de saber, em fim, o problema do meu abacateiro.Ele deu frutos apenas 1 vez e depois não mais.Ele tem 6 anos e deu fruto aos 3, se não me engano...frutos bonitos,doces.As folhas não apresentam nenhuma alteração na coloração e formato.Moro em Olinda, PE.
O que poderia ser,já que ela não apresenta sintomas de doença ou ataque de patógenos?
Um abraço!

Sara disse...

É sempre bom encontrar essas coisas, porque eu tenho alguns negócios em São Paulo e eu sempre gosto de decorá-los com coisas naturais pode ser talvez uma árvore para colocar os restaurantes

Anónimo disse...

Plantei este ano 3 abacateiros, var. Hass, Reed e Bacon. O abacateiro Reed já está em flor... pode ser que tenha sorte! Excelente blogue, continuem!

Anónimo disse...

Temos um abacateiro que nasceu duma semente de abacate do supermercado, com 3 metros de altura e cerca de 8 anos.

No entanto nunca deu frutos. O facto de não frutificar não surpreende pois é necessário ter outro exemplar de outra variedade. O que eu não entendo é que ele nunca deu flor durante todos estes anos. (ele encontra-se no Norte: Barcelos)

Não deveria pelo menos florir??? Alguém sabe se isto é normal com abacateiros?