quinta-feira, 14 de setembro de 2006

Arruda (1)
















Este é o fruto da arruda, em princípio da Ruta chalepensis L., família das Rutáceas. Este ano plantei-a para a conhecer.

É uma planta estranha, a começar nos nomes usados popularmente, deixo aqui alguns deles, até pelo contraditório que aparentam

Erva da graça

Erva da inveja

Erva da bruxas

5 comentários:

rokinha disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
rokinha disse...

mito sobre arruda

Mito Usado desde a antiguidade para proteger as pessoas do mau-olhado, no século XVI deu origem a uma história curiosa: quando morriam em Londres 7.000 pessoas por semana com a peste, e as casas atingidas eram marcadas com uma cruz vermelha, alguns ladrões não se incomodavam e entravam para roubar e não eram atingidos pela peste. O motivo: um famoso vinagre, dos quais um dos principais componentes é a arruda, num galão de vinagre de vinho junto com a sálvia, losna, menta, alecrim e lavanda, temperadas com alho, cânfora, noz moscada, cravo e canela, constituindo um poderoso anti-séptico. Essa mistura ficou conhecida como vinagre dos quatro ladrões.

Anónimo disse...

Olá Filipe
- porquê esta espécie (a chalepensis) e nao a graveolens? pelo que consultei esta ultima é que é a considerada a "comum" ou não há assim grande diferença?

manuela

Ana Ramon disse...

Também esbarrei nas espécies de chalepensis e graveolens. Li algures que eram sinónimas. Mas consultei os sites: http://aguiar.hvr.utad.pt/pt/herbario/cons_reg_ncom2.asp?ncomum=arruda&ID=2014
e
http://aguiar.hvr.utad.pt/pt/herbario/cons_reg_fam2.asp?familia=Rutaceae&ID=1690
e indicam algumas diferenças. De qualquer forma, a arruda que tenho em meu poder e que sempre a entendi como sendo a graveolens, parece ter uma folhagem diferente da da foto. Será aqui que reside uma das diferenças?
Um abraço

Filipe disse...

olá Manuela e Ana.
Tive dúvidas em relação aos dois nomes, acabei por colocar R. chalepensis, porque também é originária do Mediterrâneo, (esta veio da Beira Baixa) e o fruto não é fechado, tem aqueles 4 picos à volta e não se fecham sobre a base redonda. O que vi na R.graveolens, aqueles picos fecham-se sobre a base redonda.
Em relação à folha, ela é praticamente idêntica nas duas espécies, eu não notei diferença, na foto o que aparece diferente é o facto de as folhas junto à flor serem diferente.
Eu voltarei a esta planta, o vinagre dos 4 ladões também estava para ser um post.